Caixa vai usar caminhão para atender demanda do auxílio emergencial em Colniza - MT

Presidente do banco disse que objetivo é atender cidades onde há poucas ou nenhuma agência, e Colniza se enquadra.

Por Harlis Barbosa 22/05/2020 - 10:29 hs
Foto: Imagens extraídas da internet
Caixa vai usar caminhão para atender demanda do auxílio emergencial em Colniza - MT
Montagem hbsportnews

Enfim uma noticia boa para Colniza, é que depois de sofrer horrores e ficar noites sem dormir a gerente da casa lotérica de Colniza Jaqueline será agraciada com a visita do tão sonhado “Caminhão da Caixa”, sim a cidade de Colniza foi escalada para receber neste final do mês de Maio do dia 26 ao dia 29 a visita do caminhão da caixa, que trará toda a estrutura deste banco do povo ao menos por quatro  dias o que já é um indício de que estamos sendo vistos, o prefeito Celso L. Garcia atendendo a ofícios enviados pela direção da Caixa e da gerente da lotérica Barão Jaqueline, determinou que a Secretaria de Infraestrutura, dê todo apoio a este projeto disponibilizando um lugar amplo para evitar aglomeração dos clientes, internet, e outras coisas básicas para o funcionamento desta agência itinerante.

A Caixa Econômica Federal vai usar caminhões para reforçar o atendimento no saque do auxílio emergencial de R$ 600 do Governo Federal. Conforme anunciou em live no YouTube o presidente da instituição, Pedro Guimarães, serão utilizados os cinco caminhões das Loterias Caixa. O foco da iniciativa será a região Nordeste com uma exceção para Colniza MT, que como todos sabem que apesar de não está no nordeste do país se enquadra nas exigências para se beneficiar.

"Temos cinco caminhões Caixa e vamos nas regiões mais carentes. Cada caminhão deve ficar uma semana em cada cidade. No total, serão quatro cidades", informou Pedro Guimarães. A ideia é levar os caminhões de atendimento às localidades nas quais as agências da Caixa não estão dando conta do fluxo de beneficiários.

 

 

Fila do auxílio emergencial da Caixa leva da frustração à surpresa com saque de R$ 1.200

 

Auxílio de R$ 600: Caixa contrata 4,8 mil vigilantes para evitar aglomeração na porta das agências

 

O presidente da Caixa também informou outras medidas relacionadas ao saque emergencial, como contratação de funcionários, sendo quase cinco mil vigilantes e quinhentos recepcionistas.

Quem poderá receber

Trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e intermitentes sem emprego fixo, que não estejam recebendo benefício previdenciário ou seguro-desemprego.

São três grupos principais com direito:

1.   Beneficiários do Bolsa Família (Quem recebe Bolsa Família ficará, por três meses, com o auxílio, se o valor for maior)

2.   Autônomos e informais que estão no CadÚnico

3.   Autônomos e informais que não estão no CadÚnico

Condições para receber estando nestes grupos:

1.   Cumprir o requisito de renda média (renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa e de até 3 salários mínimos por família) até 20 de março de 2020

2.   Ser contribuinte ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social

3.   Ter mais de 18 anos de idade

4.   Ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50)

5.   Ter renda mensal de até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família

6.   Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018

Trabalho formal é aquele com registro em carteira e funcionários públicos em cargos em comissão. Programas de transferência de renda, como Bolsa Família, não entram no cálculo da renda familiar. Até duas pessoas da mesma família podem receber o auxílio.

Formas de acesso

·         Site (auxilio.caixa.gov.br)

·         Aplicativo (Caixa | Auxílio Emergencial) - Cidadão que não possuírem crédito no celular pré-pago poderão baixar o aplicativo sem cobrança pelo serviço

·         Central 111 (para consulta e dúvidas)

Devem realizar o cadastro apenas Microempreendedores Individuais (MEIs), contribuintes individuais do INSS e informais. Cadastrados em programas federais, como Bolsa Famíla, não precisam realizar cadastro.

Quem não tem conta em banco ganhará uma poupança da Caixa sem custos e poderá receber pagamentos e fazer depósitos gratuitamente.

Calendário:

Informais e cadastrados no CadÚnico:

·         Primeiro pagamento até 17 de abril pelo mês de aiversário. Correntistas do Banco do Brasil e poupadores da Caixa recebem já quinta-feira (09)

·         Segundo pagamento: 23, 24, 25, 27, 28 e 29 de abril pelo mês de aniversário

·         Terceiro pagamento: 26, 27, 28 e 29 de maio pelo mês de aniversário

Bolsa Família

·         Recebem no calendário já utilizado para o benefício

Não existe prazo para efetuar o cadastramento. Independentemente do momento que a pessoa realizar o cadastro, ela terá direito a três pagamentos.

Com consultar o CadÚnico

1. Acesse o link meucadunico.cidadania.gov.br/meu_cadunico

2. É necessário informar:

·         Nome completo

·         Data de nascimento

·         Nome da mãe

·         Cidade de residência

3. Clique em "Não sou um robô", siga as instruções e depois em "Emitir"

4. Se o sistema localizar o cadastro, serão informados o NIS (Número de Informações Sociais), nome e situação do cadastro

5. O sistema não localizará quem fez o cadastro há menos de 45 dias

6. Quem estiver neste cadastro não precisará do aplicativo lançado pelo governo

Aplicativo para quem não está no CadÚnico

1.   Acesse https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio

2.   Clique em "Realize sua solicitação"

3.   Informe os dados pessoais, como nome e CPF e envie o pedido

4.   O sistema dará início à análise de informações para decidir se há ou não o direito

Contas digitais

Mais de 30 milhões de pessoas passarão a ter conta poupança digital da Caixa para receber o auxílio. As contas farão pagamento de contas e DOCs de graça também.

Demais bancos

Quem tiver conta em bancos privados, receberá transferência da Caixa automática e sem custos. Quem receber nesses bancos também terá seu auxílio resguardado de débitos anteriores, conforme acordo com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).