Prefeito Celso de Colniza altera decreto sobre toque de recolher de 23 para 21 horas, e prorroga todos os outros relativos ao COVID 19 para o dia 22 de Abril

Por Harlis Barbosa 03/04/2020 - 16:46 hs
Foto: Hb/Canon/T5-2018
Prefeito Celso de Colniza altera decreto sobre toque de recolher de 23 para 21 horas, e prorroga todos os outros relativos ao COVID 19 para o dia 22 de Abril
HB Open imagens

O prefeito de Colniza se reúne com o Comitê Municipal de Preservação, Orientação e Enfrentamento ao COVID-19 (CMPOE) no auditório da Prefeitura Municipal, e ouve dos membros uma preocupação sobre relaxamentos involuntários pela cidade, a pauta da reunião foi quase em sua totalidade de reclamações sobre o comportamento dos munícipes, todos os membros do Comitê esboçaram preocupações com o comportamento dos moradores de Colniza, que querem fazer valer o direito de ir e vir, mas não cumprem com a determinação da Vigilância em Saúde Municipal, e estão se aglomerando em filas para recebimento de aposentadorias, não estão respeitando a distancia de dois metros em filas, de espirrar cobrindo a boca e nariz, e mais uma serie de outras medidas básicas que expõe o próximo e a si próprio.

O secretario José Vanderlei também lembrou que até então os esforços são da própria cidade dos cidadãos, que estão se prontificando a trabalhar nas barreiras nos acessos à cidade, que até agora a única ajuda de fora que veio foi de uma carga de Álcool que um empresário doou ao município, o chefe da pasta lembrou ainda que não foi dado ao município nenhum EPI (Mascaras e Luvas) e que as equipes da saúde estão se virando como pode e agora, fez uma parceria com o Centro de Referencia de Assistência Social (CRAS) que irá fabricar máscaras para o Hospital Municipal, graças a Deus nenhum caso foi registrado e estão trabalhando para continuar assim afirmou o secretário.

Ao final da reunião o prefeito Celso fez mudanças no Decreto Municipal onde foi alterado por este decreto 058/2020 de 03 de Abril  o horário do toque de recolher de 23 horas para 21 horas e prorrogando todos os outros decretos relativos ao COVID para vencimentos até o dia 22/04/2020.