Verdade sobre as cinco pontes de concreto em Colniza.

Por Harlis Barbosa 13/12/2019 - 08:46 hs
Foto: Imagens extraídas da internet
Verdade sobre as cinco pontes de concreto em Colniza.
Imagens ilustrativas

 

Nesta manhã estivemos no gabinete do prefeito Jesineison Brandão e posteriormente na Secretaria de Planejamento da Prefeitura Municipal de Colniza para esclarecer polêmica que circula nas redes sociais sobre a mesma ser culpada de ter perdido o recurso de 3.508.97200 (três milhões quinhentos e oito mil novecentos e setenta e dois reais) destinadas ao município pelo Ministério da Integração Nacional/Defesa Civil.

Falamos com o Subsecretário Paulo Rodrigues Neto e o engenheiro civil do município Lucas, o qual nos apresentou um calhamaço de documentos comprovando que aquilo que era de responsabilidade e que foi solicitado para a secretaria transcorria normalmente, inclusive o processo pela qual já havia ate ocorrido licitação, estava em andamento sendo analisado pelo órgão competente para aprovação de todo o processo que contemplava com as cinco pontes de concreto nas adjacências do município, duas na linha Pacutinga (2) e (3), outra na Madalena, e mais duas na linha 32.

O senhor Valtenir Pereira (Suplente de Deputado) indicado e viabilizado a realização de convênios entre o Ministério da Integração Nacional – Secretaria Nacional da Defesa Civil e prefeituras. O suplente de deputado sua equipe de assessoria esteve a todo o momento auxiliando o município na montagem de todo o processo para a aquisição do recurso em questão.

Como o processo licitado estava em fase de aprovação pelo órgão competente haviam pequenas correções para serem sanadas, como de costume em processos licitados para os ministérios, acredita-se que o município foi penalizado com o não recebimento do recurso, pelo motivo que o suplente de deputado Valtenir Pereira e sua equipe e estão envolvidos na OPERAÇÃO TAPIRAGUAIA deflagrada sua primeira fase em agosto/2019.

O prefeito Brandão afirma que a Secretaria de Planejamento do município de Colniza é formada por pessoas de Colniza, e todos sabem a importância de qualquer emenda que venha auxiliar na realização de uma obra por menor que seja, e são competentes no que fazem tem provado isso ao longo dos anos. Só que tem motivos que fogem da capacidade como município, aqueles que mesmo a contragosto pode escapar para uma instancia superior, este envolvendo o referido recurso foi retirado quando ainda estava dentro do prazo para que o município apresentasse estudos técnicos, projetos, processos licitatórios, e todo o tramite pelos quais este processo tem que passar.

E qualquer cidadão que quiser aprofundar em uma informação que não seja tão banal como WATTS UP basta ler matérias que circularam na mídia nacional na época tipo “OPERAÇÃO TAPIRAGUAIA”.

https://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?id=461158¬icia=ex-deputado-valtenir-e-acusado-de-usar-laranjas-para-se-blindar-em-esquema-de-propina&edicao=1

 

Graças a um pequeno entrave Colniza não se viu envolvida como as cidades de Confresa/MT e Serra Nova Dourada/MT neste imbróglio, por questões de horas Colniza escapou de ver seu nome estampado nas manchetes do Brasil inteiro outra vez.

Segundo o Prefeito interino Jesineison de A. Brandão tudo isso é indesejável, mas faz parte da política esperamos que possa ser resolvido da melhor maneira pois o projeto da Defesa Civil é verídico a necessidade não deixou de existir e o município precisa sim ainda destas cinco pontes, e podem ter certeza assim que for dado o ok estaremos aptos.

Para maiores informações a Secretaria Municipal de Planejamento estará a disposição.