Mulher é executada a tiros em casa de prostituição Em Colniza

Por Harlis Barbosa 05/11/2019 - 23:37 hs
Foto: Facebook
Mulher é executada a tiros em casa de prostituição Em Colniza
imagem web

 

A vítima conhecida por Jéssica, foi alvejada por disparos de arma de fogo

No começo da noite desta terça-feira, dia 05 de novembro de 2019, no município de Colniza localizado a aproximadamente 1065 km da capital Cuiabá, aconteceu mais um homicídio.
De acordo com informações não oficiais o crime ocorreu em uma casa de Prostituição, chamada de Balneário Arco-iris.
A vítima conhecida por Jéssica, foi alvejada por disparos de arma de fogo.

Não temos informações da identidade completa da vítima e nem do autor e das causas do homicídio.
Mais informações a qualquer momento.

1ª atualização: 

A vítima Jéssica Payerl Antunes, era Natural de Ariquemes Município de Rondônia, ela tinha 23 anos de idade e foi alvejada por vários disparos de arma de fogo.

magrão

Segundo a polícia militar, Jessica estava em companhia de outras duas mulheres identificadas como Fátima Romero Garcia e Valceni Dias Siqueira Ferreira Alves que estavam sentadas em cima da mesa, conversando, quando chegou o suspeito em uma motocicleta de cor vermelha, que aparentava ser uma Honda Bros, de estatura alta, magro e cor branca. Ele teria caminhado em direção a elas com o capacete na cabeça, e disse o seguinte “eu sou feio”, e em seguida sacou a arma de fogo e disparou contra a vítima, logo em seguida teria montado em sua motocicleta e fugiu do local.

2ª Atualização:

Policiais civis da delegacia de Colniza (1.065 km a noroeste), com apoio da Polícia Militar do município, prenderam em flagrante na tarde desta quarta-feira (06.11) o homem suspeito do homicídio contra Jessica Payerl Antunes, 23 anos, ocorrido na noite de terça-feira em um prostíbulo do Justino

 O suspeito Marcelo Wichispoviki, conhecido como 'Magrão' foi localizado e preso na residência dele, após os policiais realizarem diversas diligências e ouvirem testemunhas do crime. Na residência foi encontrada uma motocicleta vermelha com características semelhantes à utilizada no local do crime.

 Jéssica morreu vítima de disparos de arma de fogo dentro da casa de prostituição, no bairro Jardim Imperial, por volta das 19h de terça-feira (05.11). Uma testemunha relatou que estava em companhia da vítima e outra pessoa, quando o suspeito chegou em uma motocicleta de cor vermelha, caminhou até elas, ainda com o capacete na cabeça, e ao se aproximar disse "Eu sou feio" e fez os disparos contra Jéssica. 

 O samu foi chamado, mas a equipe constatou que a vítima não tinha mais sinais vitais.

 O proprietário da casa de prostituição Justino Antônio de Souza relatou a polícia que no momento do crime estava dentro de seu estabelecimento e que não conseguiu visualizar o suspeito da execução, e que apenas ouviu quatro disparos de arma de fogo.

O suspeito será ouvido na delegacia de polícia de Colniza e depois será encaminhado para audiência de custódia.

 Jessica era natural da cidade de Ariquemes em Rondônia.

 

 

Fonte: O Pantanal Online