ADEUS CAIO ANADÃO

Por Harlis Barbosa 15/01/2019 - 13:15 hs
Foto: Hb/Canon/T5-2018
ADEUS CAIO ANADÃO
Montagem hbsportnews

 

Hoje terça feira (15) fomos ao aeroporto de Colniza acompanhar a chegada do corpo do garoto Caio Vinícius Anadão Barboza, que teve seu corpo 90% queimado após ter sua residência invadida por um suposto ladrão que ao ser flagrado pelo garoto jogou gasolina em seu corpo e incendiou, já narramos em outra matéria o ocorrido e nesta quero falar do que vi e senti hoje naquele aeroporto.

Apesar de muitas orações e torcida o jovem Caio não resistiu aos ferimentos e faleceu no dia de ontem segunda feira (14), quem não vive em Colniza pode achar que estejamos acostumados com a dor de perder alguém, engana se cada um que tem sua vida interrompida abruptamente de forma violenta, brutal ou não, provoca nos seus uma dor própria, diferente... Não, não acostumamos com a dor da perda somos seres humanos sensíveis emotivos e toda vez que alguém é arrancado do nosso convívio como o Caio, nos deixa tristes, e doloridos.

Eu tive um filho assassinado aos vinte anos e posso imaginar a dor atroz que Rose sente neste momento, é impossível descrever por mais que se tente, parece que a alma abandona o corpo e todo o resto ao nosso redor passa em câmera lenta e o cérebro fica dormente.

Ai você não deixa seu filho comer muita gordura, doce, ensina que não se deve beber, fumar, que tem que ser trabalhador e passar longe de drogas e más companhias, respeitar família dos outros, mastigar de boca fechada, usar fio dental, por favor, com licença, não dirigir sem carteira, cuidar bem dos animais, às vezes proíbe de ir a festas, de ir pescar, leva para tomar vacinas daquelas que se pudesse tomaria no lugar dele, mas... Vem um individuo que não merece ser classificado como ser humano e destrói tudo que você fez para blindar seu filho, que você tem certeza que seria uma pessoa incapaz de maltratar uma pomba.

Nesta manhã pude ver uma comoção muito grande, à cidade parou ninguém por onde o cortejo fúnebre passou foi capaz de resistir à cena triste que mais parecia haver um parente do Caio em cada esquina, em cada loja onde pessoas pararam para reverenciar e dar seu adeus simbólico e silencioso, depois que estou em Colniza já presenciei vários cidadãos serem sepultados, mas este garoto foi diferente estava no começo da vida, um menino bom fez parte dos desbravadores da Igreja Adventista, um garoto que todos gostavam por ser muito atencioso e educado.

Caio está sendo velado no salão da Igreja Adventista em Colniza e na chegada do féretro ao local os desbravadores estavam na recepção e o cobriu com sua Bandeira.

A sociedade inteira estava La no aeroporto hoje e o semblante dos pais de família falava muito perguntava, por exemplo, o que precisamos fazer para manter nossos filhos longe destes mal feitores, destas anomalias que vivem camufladas entre as pessoas boas do nosso meio?

Estiveram Vereadores, Secretários, Primeira dama, o Prefeito Celso que através da Secretaria de Saúde deu todo suporte para a família e liberou todos os funcionários para ir, várias outras pessoas, todos despidos de corpo e alma para prestar solidariedade para a família do Caio.

O sepultamento será hoje as 17 horas no Cemitério Municipal de Colniza.

ADEUS CAIO VINICIUS ANADÃO BARBOZA.