BR-251 é liberada 14h após acidente que deixou oito mortos no Norte de Minas

BR-251 é liberada 14h após acidente que deixou oito mortos no Norte de Minas

Acidente envolveu cinco carros de passeio, um ônibus e cinco carretas; seis pessoas morreram carbonizadas.

Por Harlis Barbosa 17/07/2018 - 09:00 hs

BR-251 é liberada 14h após acidente que deixou oito mortos no Norte de Minas
Imagens ilustrativas

O trecho da BR-251, onde ocorreu um grave acidente que matou oito pessoas e deixou 64 feridos, foi liberado após 14h de interdição. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o congestionamento por conta do acidente chegou a mais de 20km sentido Salinas e a rodovia foi liberada às 22h30.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros lavou a pista para retirar o óleo e evitar novos acidentes. Os trabalhos duraram 40 minutos. Os 11 veículos envolvidos no engavetamento foram removidos para um pátio conveniado à Polícia Rodoviária Federal, em Francisco Sá. Segundo a PRF, o trânsito flui normalmente na manhã desta terça-feira (17).

Entre os feridos, um homem, de 44 anos, permanece internado em Francisco Sá e o estado de saúde dele é estável. Duas pessoas estão internadas na Santa Casa de Montes Claros, entre elas um homem de 25 anos que teve 90% do corpo queimado. Segundo a assessoria do hospital, ele respira com a ajuda de aparelhos e o estado de saúde é instável. Cinquenta e sete vítimas foram atendidas e liberadas do hospital de Francisco Sá ainda na segunda-feira (16). Os outros quatro pacientes transferidos para a Santa Casa receberam alta nesta terça.

O acidente ocorreu na descida da serra de Francisco Sá e envolveu cinco carros de passeio, um ônibus e cinco carretas. Oito pessoas morreram, sendo seis carbonizadas. Os corpos das vítimas foram encaminhados ao IML de Montes Claros.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, uma das carretas estava parada no acostamento da via com problemas mecânicos. O motorista do ônibus envolvido no acidente viu a carreta e reduziu a velocidade e se formou uma pequena fila de veículos parados na via, entre carros de passeio, uma carreta e um carro de serviço de saúde, com seis ocupantes.

Ainda de acordo com a PRF, uma terceira carreta, carregada com melões, não viu que os veículos estavam parados na rodovia e não conseguiu frear a tempo, atingindo a traseira do carro do serviço de saúde, que foi arremessado em chamas para fora da pista; os seis ocupantes morreram carbonizados. A carreta de melões seguiu atingindo os demais veículos parados e também alguns que vinham no sentido contrário, deixando mais dois mortos no local; o corpo do motorista ainda não foi encontrado.

 Fonte G1 MG