Título rende R$ 3,5 milhões ao Botafogo, e Mufarrej garante margem para reforços

Título rende R$ 3,5 milhões ao Botafogo, e Mufarrej garante margem para reforços

Presidente alvinegro revela procura por mais um volante no mercado, abre portas para novas contratações depois de Aguirre e, após Carioca, mostra otimismo por mais conquistas em 2018

Por Harlis Barbosa 09/04/2018 - 13:52 hs
Foto: Imagens extraídas da internet

O Botafogo mal foi campeão carioca e já pensa nas contratações de Neymar e Messi. Evidente que não passou de uma brincadeira feita pelo presidente Nelson Mufarrej. Fato é que o título estadual rendeu R$ 3,5 milhões de premiação aos cofres do clube. Quantia muito bem-vinda para um time que vive situação financeira apertada há alguns anos, especialmente em 2018.

Quanto aos astros, o mandatário alvinegro usou os craques para exemplificar a possibilidade da chegada de reforços para o restante da temporada. Mufarrej garantiu que há disponiblidade financeira, sim, para contratações, mas afirmou ser um trabalho mais voltado para a comissão técnica, que tem a palavra final na escolha dos nomes.

– Há uma disponibilidade (financeira), mas a gente precisa saber como vai utilizar. Isso só no dia a dia. Eu, por exemplo, posso querer trazer o Messi, ter a disponibilidade financeira, e a comissão técnica dizer para trazer o Neymar. Acho que eles têm que determinar esses horizontes para que nós possamos, efetivamente, determinar e atender ao técnico porque é ele que está ali. Eu posso ter uma opinião, e o técnico ter outra. E ele sempre vai vencer.

Questionado sobre quais seriam as posições de maior carência do elenco, o presidente reconheceu que a lesão de João Paulo fez com que o setor ficasse mais desguarnecido quanto às peças de reposição. Atualmente, Valentim conta com Lindoso, Matheus Fernandes, Bochecha, Dudu Cearense, que se recupera de cirurgia no apêndice e o recém-chegado Marcelo para a posição.

Mais duas competições

Apesar da dificuldade para contratar, Mufarrej reconheceu que a chegada de jogadores não pode ser tão demorada. Até o momento, o atacante uruguaio Aguirre é a única contratação para o segundo semestre, Nesta quinta-feira, o Botafogo estreia na Sul-Americana, diante do Audax Italiano, no Chile. Na outra segunda-feira, encara o Palmeiras, no Nilton Santos, pela estreia do Campeonato Brasileiro. "Trabalho" é a palavra de ordem, mas o presidente está otimista:

– O trabalho é dinâmico, depois de meia noite já começa outro ciclo. Quinta-feira já temos a estreia na Sul-Americana e depois começa o Campeonato Brasileiro, que é muito difícil. Vamos buscar o título da Sul-Americana, que o Botafogo não tem, e caminhar com o Brasileiro. Se der para trazer o título também, que bom, nós queremos. O conceito é esse, fazer um trabalho objetivando essas conquistas. E não sei, como viemos desacreditados e ganhamos o Carioca, de repente a gente vai conseguir.

O jogo contra o Audax Italiano, pela primeira fase da Sul-Americana, está marcado para esta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), no em Santiago, no Chile. A estreia no Brasileiro, diante do Palmeiras, será na outra segunda-feira, dia 16, às 20h (de Brasília), no Nilton Santos.