Chacina em Sinop: local onde 5 foram executados a tiros

Local era ponto de venda de drogas, diz tenente

Por Harlis Barbosa 04/01/2018 - 17:10 hs

Fonte: Só Notícias/David Murba/Cleber Romero/José Carlos Araújo (fotos: Só Notícias/Diego Oliveira/José Carlos)

   

 

O tenente da Polícia Militar, Felipe Lessa, disse, há pouco, que a residência no bairro Menino Jesus, onde houve a chacina, esta manhã, com 5 mortos - Valdeci Ribeiro, 54 anos,  Emerson da Silva Ribeiro, 17 anos, Anderson Ribeiro, de 16 anos, Renival Bento Lima de Jesus, 51 anos, Ana Carolina do Nascimento Melonio, 16 anos - era usada como ponto de comércio de drogas. 3 mortos são da mesma família, a adolescente é namorada do anderson e o outro é amigo da família.

“Ninguém soube informar nada sobre como pode ter ocorrido o crime. Os vizinhos não ouviram disparos. Além disso, a polícia foi acionada por volta das 9h e eles podem terem sidos mortos de madrugada. Temos informações que o local era usado para comércio de drogas. Inclusive, a perícia localizou uma porção de pasta base de cocaína e dinheiro trocado em um dos cômodos. Duas das vítimas tinha passagem por roubos e tráfico de drogas. Também não há indícios de arrombamento. O acusado de ter cometido o crime pode ser próximo das vítimas já que o local é de uso e venda de drogas”, afirmou o tenente.

A perita criminal Nayane Babosa Lanziere afirmou que as cinco vítimas foram executadas com tiros na cabeça. “Os disparos atingiram as cabeças. Havia quatro corpos na sala e o da adolescente no quarto. Como não foram encontradas as cápsulas nós acreditamos que eles foram mortos com disparos de um revólver, mas serão feitos exames em dois projéteis encontrados no imóvel para apontar o calibre. Vamos analisar com calma e depois apontar um diagnóstico mais preciso”.

Os corpos foram encaminhados, no final da manhã, ao Instituto Médico Legal (IML) onde vão passar por necropsia. A família confirmou que Valdeci e o dois filhos (Anderson e Emerson) serão sepultados em Sinop. Ainda não há informações sobre os procedimentos fúnebres dos outros dois mortos.

 

Conforme Só Notícias já informou do dia 1º até hoje oito pessoas foram assassinadas em Sinop. Hoje de madrugada, dois jovens de 18 e 19 anos, Marcelo Antônio dos Santos e Gleimison Sampaio Munis, foram executados a tiros em uma residência no bairro Boa Esperança. A polícia ainda não apontou a moltivação. O primeiro homicídio ocorreu na segunda-feira à noite, no bairro Jardim Violetas. O pintor Helton Leidson de Sousa, 33 anos, foi baleado nas costas e morreu no local. A Polícia Civil identificou o principal suspeito do crime e pediu sua prisão preventiva.