População lota audiência pública em Colniza

Milhares de pessoas participaram do evento presidido pelo presidente Marquinhos da Star Motos

Por Harlis Barbosa 23/10/2017 - 08:58 hs

Décadas de promessas e marketing político. Essa é a história resumida da pavimentação asfáltica da BR 174, no trecho entre Colniza e Castanheira. Para os usuários parece difícil acreditar que a obra sairá do papel em um curto espaço de tempo. 
Com a finalidade de mudar essa realidade acelerando o processo da pavimentação, as sete Câmaras dos municípios da região noroeste do Estado de Mato Grosso se uniram e criaram a 
“Comissão Frente Parlamentar do Noroeste” que é composta por 69 vereadores pertencentes às Câmaras municipais de Juína, Castanheira, Aripuanã, Cotriguaçu, Juruena, Colniza e Brasnorte.
Criada no dia 16 de fevereiro de 2017, a Comissão tem como Presidente, ver. Marcos Venicio Rodrigues da Silva; Vice-Presidente, ver., Darci Vieira Lopes; 1º Secretário, ver. Rodolfo Cesar Andrade Gonçalves, 2º Secretário, ver. Eduardo Rodrigues da Silva e Vanderlei Cachone e os suplentes, vereadores Sergio de Oliveira Moreira e Nildomar Gusmão de Souza.

Desde sua criação muitas reuniões já foram realizadas tanto na capital como em Brasília, além de várias audiências que foram realizadas nos municípios vizinhos, inclusive algumas com a participação de etnias o qual foi firmado uma parceria com as etnias, que montaram uma comissão indígena para acompanhar e ajudar a cobrar também a pavimentação do trecho, sendo que eles estão totalmente a favor da obra.
Tanto é que na audiência realizada nesta sexta-feira 20 de outubro em Colniza, as etnias comparecem em peso, dando total apoio e incentivo para que obra seja lançada o mais breve possível.
Sendo que milhares de pessoas participaram do evento presidido pelo presidente Marquinhos da Star Motos, e demais membros. A audiência, coordenada pelo parlamentar e pelos vereadores e servidores da casa de leis, tratou exclusivamente sobre a pavimentação do trecho, que se encontra parado devido a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que autorize o início das obras através do documento, já que o termo deve ser firmado e autorizado pelo Ministério Público e pela FUNAI, para permitir que as obras sejam iniciadas “legalmente”, em paralelo com o andamento do estudo de componente indígena no âmbito do licenciamento ambiental, já que o trecho passa por áreas indígenas.
Entre as autoridades presentes, estavam prefeitos, vice-prefeito, presidentes das Câmaras Municipais, vereadores dos municípios, deputados estaduais: Valdir Barranco, Oscar Bezerra, Janaina Riva, deputados federais: Ságuas Morais, Tampinha, Cutia assessor do vice-governador, Fábio Calmon representando a SINFRA, Bispo dom Neri Tondello, Senador José Medeiros empresário Roberto Dorner, chefe de gabinete patrícia Sena, secretariados, servidores públicos entre outros.
Pois ao fazer uso das palavras as autoridades demonstraram total apoio a pavimentação do trecho e se colocaram à disposição, tendo em vista que todos estão totalmente empenhados para que a obra tenha o seu início.

Ao conversar com nossa equipe o presidente Marcos, falou sobre a dificuldade da nossa região, pois para o desenvolvimento dos municípios é fundamental a pavimentação do trecho. Segundo ele as mobilizações vêm surtindo efeitos e os partidos de toda região estão lutando pelo mesmo objetivo, sem olhar questões políticas. “Estamos buscando conduzir essa situação de forma democrática e participativa, tanto é que nos unimos em prol de um só objetivo”. Pontuou o mesmo.


A opinião do mesmo foi compartilhada também pelo presidente da Câmara de Vereadores Rodolfo Cesar Andrade Gonçalves, Oseia Pereira Guedes e Clinio Tomazi, que segundo eles o atraso no início da obra vem a cada dia mais prejudicando os munícipes de Colniza e região.


Já o prefeito de Colniza Esvandir Antônio Mendes, agradeceu a presença de todos no evento e ressaltou o empenho de todas as lideranças políticas que estão lutando para que a obra saia do papel.


Fonte: Colniza MT Notícias