Santuário Nacional de Aparecida: 300 anos de fé

Por Harlis Barbosa 10/10/2017 - 10:55 hs

http://bh.contextweb.com/bh/rtset?pid=560602&ev=1&rurl=http%3a%2f%2fdis.criteo.com%2frex%2fmatch.aspx%3fc%3d30%26uid%3d%25%25VGUID%25%25

No próximo dia 12, o Santuário Nacional de Aparecida celebra os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora no Rio Paraíba do Sul, interior de São Paulo. Ao longo dos últimos dias, e até o dia 12, uma intensa programação marca a data, com shows e missa especiais em homenagem a Nossa Senhora Aparecida. Nos próximos dias, o site oficial  publicará uma série de reportagens contando a história do mais importante Santuário brasileiro e mostrando a programação da festa.

Neste sábado, dia 7, a novena celebra a ação libertadora de Deus em favor do seu povo. Assim com Ele agiu no antigo testamento, ajudando o povo a atravessar o deserto para tomar posse da terra prometida, o Senhor continua caminhando com cada um de nós, para que possamos experimentar uma realidade de libertação.

Nos dias 10 e 12 de outubro a Mãe Aparecida será presenteada com canções marianas nas vozes de diversos padres cantores e grandes nomes da música nacional no Festival da Padroeira, em shows gratuitos na Tribuna Bento XVI.

No dia 10 de outubro a apresentação será com os padres Fábio de Melo, Antonio Maria, Reginaldo Manzotti, Juarez, Omar, padre Zezinho, Joãozinho, Marcos e pe. Periquito.

No dia 12 o Festival da Padroeira reúne nomes como Daniel, Michel Teló, Fafá de Belém, Chitãozinho e Xororó, Alcione, Paula Fernandes, Renato Teixeira, Elba Ramalho, Preta Gil, Agnaldo Rayol, Joana e pe. Fábio de Melo, para fechar as festividades dos 300 anos da Mãe Aparecida.

O arranjo para cada uma das músicas foi preparado pelo diretor artístico e musical do Festival da Padroeira, Ruriá Duprat. 

Um pouco de história

O Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, o maior Santuário no mundo dedicado a Maria, Mãe de Deus, localiza-se no Vale do Paraíba, no eixo Rio – São Paulo. Por esse vale corre um rio de nome Paraíba, que foi palco do aparecimento da devoção que une todo o Brasil.

A pedra fundamental da Basílica Nova foi lançada em 10 de setembro de 1946, mas o início efetivo da construção ocorreu em 11 de novembro de 1955. A primeira missa no local aconteceu no dia 11 de setembro de 1946 e o primeiro atendimento aos romeiros em 21 de junho de 1959.

 

As atividades religiosas no Santuário, em definitivo, passaram a ser realizadas a partir do dia 3 de outubro de 1982, quando aconteceu a transladação da Imagem Milagrosa da Antiga Basílica para a Basílica Nova.