OAB-MT sensibiliza parlamentares para investimentos em Colniza

Representada pela vice-presidente da subseção de Juína, Inaíta Gomes Ribeiro Soares Carvalho Arnold, a entidade alertou à missão sobre a situação da região.

Por Harlis Barbosa 28/04/2017 - 15:39 hs

Em reunião com a Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados para discutir a chacina ocorrida no acampamento de Taquaruçu do Norte, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) sensibilizou os parlamentares acerca da necessidade de viabilização de recursos para investimento na infraestrutura do município.
Representada pela vice-presidente da subseção de Juína, Inaíta Gomes Ribeiro Soares Carvalho Arnold, a entidade alertou à missão sobre a situação da região.
Coordenada pelo presidente da CDHM, deputado Paulão (PT-AL), a missão contou com os deputados Ságuas Moares (PT-MT), Arnaldo Jordy (PPS-PA), João Daniel (PT-SE), Nito Tatto (PT-SP) e Valmir Assunção (PT-BA) e assessores técnicos da comissão.
Em aproximadamente quatro horas de reunião os parlamentares receberam as informações da OAB-MT, Defensoria Pública e moradores de Colniza que reclamaram sobre a falta de infraestrutura, de demarcação de terras e títulos de propriedade.
Diante do pleito apresentado pela OAB-MT, Paulão se comprometeu a marcar uma reunião com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) com o objetivo de viabilizar a demarcação de terras no município.
A missão da CDHM ainda tem como objetivo coletar informações para municiar o Congresso Nacional com dados e notícias sobre a situação do local que poderão resultar em iniciativas parlamentares.
Um dos principais assuntos em discussão são os conflitos agrários constantes no município desde sua criação.
No dia 19 de abril nove homens foram torturados e brutalmente assassinados no acampamento de Taquaruçu do Norte, motivando a realização da missão externa da CDHM em Colniza.
Desde o ocorrido a OAB-MT tem acompanhado atentamente o caso e participado de todas as reuniões acerca do tema.
Na última terça-feira (25), em visita à comarca de Colniza, o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargador Rui Ramos, se sensibilizou com a situação e atendeu ao pleito formulado pela OAB-MT no início deste ano para melhoria da estrutura da unidade do Judiciário, anunciando a criação de uma segunda vara.
Da Assessoria

 

 Imagem= Ulysses Barbosa