Campanha Dê oportunidade é lançada pela CNBB e Pastoral do Menor

Por Harlis Barbosa 07/09/2016 - 17:14 hs

Entre os principais objetivos estão informar, esclarecer e sensibilizar a sociedade sobre o significado humano, social e político das Medidas Socioeducativas (MSE) para a vida da sociedade e dos adolescentes autores de atos infracionais

A campanha "Dê Oportunidade. Faça diferente, ninguém nasce infrator" foi lançada nesta segunda-feira (5/9) pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Pastoral do Menor. Com o intuito de fazer a sociedade ter um olhar diferente sobre o adolescente que comete ato infracional, a ação tem parceria de outras 23 instituições.

 

 

Entre os principais objetivos estão informar, esclarecer e sensibilizar a sociedade sobre o significado humano, social e político das Medidas Socioeducativas (MSE) para a vida da sociedade e dos adolescentes autores de atos infracionais; pautar os governos e executores das políticas públicas e todos os atores do Sistema de Garantia dos Direitos sobre as necessidade de fortalecimento a aprimoramento do Sistema Socioeducativo (Sinase); divulgar as práticas exitosas na efetivação das MSE, seja nos projetos da Pastoral do Menor como dos parceiros.

Atualmente, a Pastoral do Menor garante que há 54 mil crianças e adolescentes beneficiadas por programas e projetos. A pastoral faz parte da CNBB e surgiu na década de 1970. Atualmente, ela atua em quatro áreas: tendendo a crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social; adolescente autor(a) de ato infracional; famílias de crianças e adolescentes; e na busca por políticas públicas de promoção e defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes.